Morre Fauzi Arap, autor e diretor de peças de teatro, aos 75 anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Diretor vinha lutando contra um câncer de bexiga e morreu em casa na manhã desta quinta-feira (5)

Divulgação
O diretor de teatro Fauzi Arap

O ator, diretor e autor de teatro Fauzi Arap morreu na manhã desta quinta-feira (05) em São Paulo, aos 75 anos. Ele sofria de um câncer na bexiga e faleceu em casa enquanto dormia. 

O corpo será velado na Catedral Ortodoxa e o enterro está previsto para esta sexta-feira (6), às 11 horas, no Cemitério São Paulo.

Arap começou nas artes cênicas como ator nos anos 1950, no Teatro Oficina. Em 1965, deu seus primeiros passos como diretor na peça "Perto do Coração Selvagem", adaptação da obra de Clarice Lispector.

O diretor ainda trabalhou na famosa peça "Navalha na Carne", texto de Plínio Marcos, que tinha Tonia Carreiro no elenco, em 1968. Já sua estreia como autor veio em 1975 com a peça "Pano de Boca".

Em 1971, Fauzi Arap foi o responsável por colocar mais presença cênica nas apresentações da cantora Maria Bethânia, projetando-a nacionalmente. Ele foi o diretor dos lendários shows da turnê 'Rosa dos Ventos'.

Arap foi premiado com o Molière de melhor autor e diretor pela peça "O Amor do Não", de 1977 e com o Mambembe de melhor autor por "Quase 84". Nos anos 1990, o diretor ainda levou o prêmio Shell de melhor direção por "Santidade" e "Caixa 2".

Em 1998, Arap publicou uma autobiografia chamada "Mare Nostrum – Sonhos, Viagens e Outros Caminhos".

Uma de suas contribuições recentes ao teatro foi com a peça "Chorinho", de 2007, que foi interpretada por Denise Fraga e Cláudia Mello em 2012.

Fauzi Arap não deixou filhos, mas duas irmãs e doze sobrinhos.

Leia tudo sobre: fauzi arapdiretormortefalecimentoteatro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas