Tela de Banksy que mostra oficial nazista tem lance de US$ 610 mil, diz ONG

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Valor equivalente a R$ 1,36 milhão foi oferecido por pintura do artista britânico

Reuters

Uma tela do grafiteiro Banksy que mostra um oficial nazista admirando uma paisagem recebeu um lance de US$ 610 mil (R$ 1,36 milhão) ao final de um leilão promovido por uma ONG de Nova York que auxilia pessoas sem-teto e pacientes com Aids.

O misterioso e valorizado artista britânico, que passou todo o mês de outubro surpreendendo os nova-iorquinos com suas obras espalhadas pela cidade, deixou na terça-feira a pintura, intitulada "A Banalidade da Banalidade do Mal", numa loja de objetos baratos em Nova York, a qual prontamente a levou a leilão na Internet.

Leia também: Temporada de Banksy em NY cria polêmicas e 'caças ao tesouro'

AP
A tela do grafiteiro Banksy que mostra oficial nazista

A ONG Housing Works, que exibiu a tela na vitrine da sua lojinha de Manhattan, anunciou o lance de US$  610 mil pelo Twitter, mas disse que a oferta ainda precisa ser verificada. Nas últimas quatro horas do leilão, o valor da obra teve um aumento de US$ 300 mil.

A tela já representava uma paisagem, e Banksy a modificou incorporando um nazista fardado sentado em um banco. Funcionários da Housing Works disseram que a obra recebeu reações majoritariamente positivas.

Siga o iG Cultura no Twitter

Em 2008, uma tela de Damian Hirst que sofreu intervenção de Banksy foi vendida por US$ 1,87 milhão  num leilão, maior valor para o grafiteiro, cuja real identidade é desconhecida desde o início da sua carreira, em 1993.

Essa obra, chamada "Keep It Spotless" ("Mantenha Impecável"), era uma composição de Hirst com fileiras de bolinhas coloridas, sobre as quais Banksy colocou uma mulher com uniforme de empregada, segurando uma pá de lixo.

Em outubro, Banksy se instalou em Nova York e, durante essa residência artística, grafites seus apareceram em lugares inesperados, atraindo multidões de fãs. Um prédio do Brooklyn, por exemplo, ganhou estênceis de ratos, e no Bronx o personagem Ronald McDonald's, da rede de fast food McDonald's, foi visto tendo seus sapatos engraxados.

Banksy também instalou uma banca para vender suas obras no Central Park a apenas US$ 60 cada.

Leia tudo sobre: banksyartes plásticas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas