Cirque de Soleil é multado por morte de acrobata em Las Vegas

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Sarah Guillot-Guyard, de 31 anos, morreu em junho durante número que simulava uma batalha aérea

Reuters

O Cirque du Soleil foi multado em US$ 25.235 (cerca de R$ 55 mil) por falhas na segurança que acarretaram o acidente que matou uma acrobata numa queda de cerca de 30 metros, em junho, durante uma apresentação do espetáculo "KA", em Las Vegas, disseram autoridades do Estado de Nevada.

Leia também: Artista do Cirque du Soleil morre durante apresentação

AP Photo/Las Vegas Sun, Leila Navidi
Sarah Guyard-Guillot, na esquerda, durante apresentação do espetáculo 'KÀ', em 2008

Concluindo uma investigação de quatro meses sobre a morte da francesa Sarah Guillot-Guyard, de 31 anos, durante um número que simulava uma batalha aérea, a Administração de Segurança e Saúde Ocupacionais de Nevada autuou a trupe canadense por seis infrações.

Siga o iG Cultura no Twitter

Segundo os investigadores, o cabo que sustentava a artista esbarrou num equipamento e se soltou durante uma manobra que exigia uma ascensão rápida.

Em nota, um porta-voz do Cirque du Soleil disse que a empresa concluiu uma exaustiva revisão de suas políticas e procedimentos de segurança depois do acidente, e que "a segurança sempre foi a maior prioridade do Cirque du Soleil, dos seus artistas e dos funcionários".

Leia tudo sobre: cirque du soleilsarah guillot guyard

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas