Com idades entre 66 e 96 anos, 37 aposentados se uniram para participar do grupo Hip Op-eration com objetivo de mudar a atitude da sociedade em relação aos mais velhos

BBC

Aposentados neozelandeses se uniram para participar de um grupo de hip hop inusitado, em que os integrantes tem todos entre 66 e 96 anos.

São 37 dançarinos, todos vizinhos e moradores de Waiheke, uma pequena ilha na costa leste da Nova Zelândia.

O nome do grupo é Hip Op-eration, um trocadilho entre hip hop e as palavras em inglês para operação no quadril.

Billie Jordan, a criadora do Hip Op-eration, disse que o grupo começou com uma iniciativa de tirar os idosos de casa na forma de um flashmob (evento espontâneo em que diversas pessoas se reúnem) de dança para maiores de 65 anos.

Siga o iG Cultura no Twitter

Entre os participantes estão seis pessoas que precisam de bengalas e andadores, muitos que são surdos e um membro cego. Mas isto não impediu que o grupo fosse convidado a se apresentar no Campeonato Mundial de Hip-Hop que ocorreu neste mês em Las Vegas.

O objetivo é mudar a atitude da sociedade em relação aos idosos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.