Morre, aos 92 anos, Willi Sitte, famoso pintor do realismo socialista

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O artista morreu na manhã deste sábado (8), em sua casa na cidade de Halle, na Alemanha. O pintor foi um dos fundadores da arte que marcou a Alemanha Oriental

Na manhã deste sábado (8), morreu o pintor Willie Sitte, grande representante do realismo socialista e pintor oficial do antigo regime da Alemanha Oriental. 

De acordo com Hans-Hubert Werner, presidente da fundação que leva o seu nome, o pintor faleceu em sua casa, na cidade alemã de Halle, em decorrência de uma doença não divulgada. 

O partido de extrema-esquerda, Die Linke, soltou uma comunicado comentando que Sitte era "um artista excepcional que colocou a arte a serviço de seu compromisso político". 

Nascido em 1921, em Kratzau, atual República Tcheca, o pintor se formou como artista na Alemanha. Depois desertar da Wehrmacht de Hitler em 1944, passou o período pós-guerra na Itália e retornou para a Alemanha Oriental em 1947, onde ingressou como comunista no partido comunista. 

Willi ficou conhecido como o artista oficial do governo, apesar de manter críticas às autoridades do país. Ele chegou a ser deputado da Assembleia Popular e responsável pela Academia de Artes Plásticas. 

"Homenagem a Lênin" é uma de suas obras mais conhecidas.


Leia tudo sobre: pintormorteartes plásticawilli sitte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas