Dupla de hip-hop Black Star samba e toca clássicos na Virada Cultural

Por iG São Paulo , por Miguel Martins |

compartilhe

Tamanho do texto

Duo é formado pelos MCs norte-americanos Mos Def e Talib Kweli

A pontualidade da dupla de hip-hop Black Star foi inglesa – o show começou 0h em ponto. Após entrarem no palco com o batuque bem brasileiro do grupo Apoteose, o duo trouxe o mais autêntico rap de Nova York para a Virada Cultural de São Paulo.

Leia mais: Polícia Militar tem dificuldade em conter arrastões na Virada Cultural

Os rappers Yasiin Bey (mais conhecido como Mos Def) e Talib Kweli tocaram boa parte das faixas de seu primeiro e único album, “Mos Def and Talib Kweli Are Black Star”. Raps como “Astronomy (8th Light)” e “Children's Story” empolgaram o publico, que se aglomerava em bom número em frente ao palco montado na praça Júlio Prestes.

Um dos pontos fortes do show foi “Definition”, que faz referência a Tupac Shakur e a Biggie Smalls, ícones do hip-hop norte-americano, mortos a tiros na década de 1990. A canção mostra uma das qualidades do Black Star: além de ótimos nas rimas, a dupla leva jeito com melodias.

Leia mais: "São Paulo é minha cidade também", diz Gal Costa na Virada Cultural

Vestido de branco com um chapéu marrom, Mos Def arriscou o português em diversas oportunidades. Não faltaram os tradicionais “obrigado” e “boa noite”, mas palavras como “alegria” e “perfeito” também foram algumas das que aprendeu em sua passagem pelo Brasil. Empolgado, o músico chegou a cantar “Happy Birthday” para São Paulo, apesar de o evento não ter relação com o aniversário da cidade.

Após 1h20 de show, a dupla terminou a apresentação como começou: sambando, batucando e fazendo um empolgado trenzinho com os integrantes do grupo Apoteose.

Leia tudo sobre: virada culturalblack starmúsicaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas