Espetáculo de dança acerta ao misturar "Romeu e Julieta" com Radiohead

Por iG São Paulo , por Julianna Granjeia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em “Radio & Juliet”, coreógrafo Edward Clug apela ao gosto jovem para fazer uma releitura do clássico de Shakespeare

Em “Radio & Juliet”, o coreógrafo Edward Clug apela ao gosto jovem para fazer uma releitura do clássico “Romeu e Julieta”, de Shakespeare: uma mulher de espartilho e seis homens de terno sem camisa dançam ao som dos álbuns "Kid A", "Amnesiac" e "Hail to the Thief", do Radiohead. A mistura deu certo, tanto que o balé é sucesso de público por onde passa desde 2005.

Na primeira vez no Brasil, não foi diferente. Com os ingressos esgotados, o festival Boticário na Dança promoveu uma apresentação gratuita no domingo (5) à tarde, no parque Ibirapuera, antes da apresentação no auditório.

Siga o iG Cultura no Twitter

Cena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: DivulgaçãoCena do espetáculo de dança 'Radio & Juliet'. Foto: Divulgação

Projeções que definem uma "paisagem emocional", como Crug define, dão o tom da reflexão que o coreógrafo propõe.

Leia mais: Companhia inglesa de dança confunde o público, mas não desagrada

Os homens da companhia eslovena Maribor roubam a cena em todo o espetáculo. Os movimentos são espasmódicos, típicos do balé contemporâneo, como que traduzindo a ansiedade moderna.

Leia mais: Após 100 anos, 1ª dança moderna ainda provoca a plateia

Apesar de haver no palco vários Romeus e o foco estar neles, não na Julieta, o enredo do livro não é alterado. No entanto, a ênfase da peça está na atração entre os jovens e não na tragédia.

A companhia

O Teatro Nacional Esloveno Maribor foi criado em 1919. O coreógrafo Edward Clug, reconhecido por diversos prêmios, entrou para o balé do teatro em 2003 e foi o responsável por colocar o grupo no circuito internacional da dança.

Veja a programação do evento:

São Paulo – Auditório do Ibirapuera (ingressos esgotados)

Dia 6 de maio: Grupo de Rua e Quasar

Informações: 4003-2330 (capitais e regiões metropolitanas); 041-11-4003-2330 (demais regiões)

Rio de Janeiro – Theatro Municipal

Dia 4 de maio: Shen Wei

Dia 5 de maio: Hofesh Shechter

Dia 6 de maio: Peeping Tom

Dia 7 de maio: Mimulus e Maribor Ballet

Dia 8 de maio: Grupo de Rua e Quasar

Informações: 4003-2330 (capitais e regiões metropolitanas); 041-11-4003-2330 (demais regiões)

Curitiba- Teatro Guaíra

Dia 7 de maio: Shen Wei Dance Arts

Dia 8 de maio: Peeping Tom

Dia 9 de maio: Maribor Ballet

Informações: 41-3304-7900 ou 3304-7999

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas