Milionário compra tela de Picasso por R$ 312 milhões

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Quadro "Le Réve" retrata uma amante do pintor espanhol e foi feito em 1932

Reuters

Reprodução
A tela 'Le Rêve', de Picasso

O gestor de capitais Steven A. Cohen comprou por um valor recorde uma pintura de Pablo Picasso que pertencia ao magnata dos cassinos Steve Wynn, segundo reportagem publicada nesta terça-feira (dia 26) pelo jornal norte-americano "New York Post".

Cohen, que administra a SAC Capital Advisors, um fundo de hedge de US$ 15 bilhões, teria pago US$ 155 milhões (R$ 312 milhões) pela tela "Le Réve" (O Sonho), retrato de uma amante de Picasso pintado em 1932, disse o Post, citando uma fonte anônima.

Segundo o jornal, esse é o maior valor já gasto por um colecionador dos Estados Unidos para adquirir uma obra.

Siga o iG Cultura no Twitter

Os bilionários Cohen e Wynn, conhecidos colecionadores de arte, já apareceram na imprensa por causa dessa obra anteriormente.

Em 2006, Wynn colocou seu cotovelo sobre a tela ao mostrá-la para vários amigos, supostamente um dia depois de concordar em vendê-la para Cohen por US$ 139 milhões, segundo noticiaram vários meios de comunicação na época.

Um porta-voz de Cohen se recusou a comentar a notícia, e um representante de Wynn, executivo-chefe da Wynn Resorts, não atendeu a pedidos para comentar.

Leia tudo sobre: picassoarte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas