Artista britânico ganha prêmios e fama com desenhos "fotorealistas"

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Imagens consomem entre 80 a 100 horas de trabalho de Kelvin Okafor

BBC

O artista plástico britânico Kelvin Okafor, de 27 anos, vem ganhando fama e prêmios com seus desenhos feitos a lápis que reproduzem com fidelidade quase fotográfica os personagens que retrata.

Siga o iG Cultura no Twitter

O artista plástico britânico Kelvin Okafor e suas obras. Foto: BBCO artista plástico britânico Kelvin Okafor e suas obras. Foto: BBCO artista plástico britânico Kelvin Okafor e suas obras. Foto: BBCO artista plástico britânico Kelvin Okafor e suas obras. Foto: BBC

O artista gasta entre 80 a 100 horas criando cada um de seus trabalhos, cujo gênero é conhecido como "fotorealismo". Cada obra é criada com base em estudos detalhados de fotografias ou reproduções de modelos que Okafor guarda na memória.

Ele já reproduziu com detalhes personalidades como Nelson Mandela, Madre Teresa de Calcutá e o rei Hussein da Jordânia - um retrato tão fiel que será exibido para a rainha Nour, viúva do monarca.

Atualmente, algumas das obras do artista chegam a ser vendidas por 10 mil libras (cerca de R$ 30,1 mil).

Leia também: Restauradora do Cristo de Borja diz que quer terminar seu trabalho

Uma mostra dedicada ao trabalho de Okafor está sendo inaugurada nesta quinta (31), em Londres, no Museu de Ciência.

Leia tudo sobre: Kelvin Okaforartes plásticasdesenhos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas