Mesmo com Jogos Olímpicos, espetáculos britânicos surpreenderam previsões pessimistas

Reuters

Reuters

Os teatros de Londres ganharam 530 milhões de libras (R$ 1,622 bilhão) em 2012, um aumento marginal frente a 2011, e, apesar de os Jogos Olímpicos terem causado um impacto notável sobre West End durante o verão, não foi o "banho de sangue" que um dos principais produtores havia previsto.

Números divulgados pela Society of London Theatre (Solt) mostraram que as vendas de ingressos brutos em 2012 em 52 grandes teatros na capitalbritânica subiram 0,27% sobre o ano anterior, enquanto o público, de 14 milhões, aumentou 0,56%.

Os aumentos teriam sido maiores se não tivesse sido pelos Jogos de Londres, disseram membros da Solt, com a atenção do público em torno da cerimônia de abertura diminuindo a demanda e alertas de problemas no transporte desanimando os frequentadores de teatros.

Cena do musical
Getty Images
Cena do musical "We Will Rock You", Londres, 2012

Siga o iG Cultura no Twitter

O prefeito de Londres, Boris Johnson, foi apontado como um fator, após suas mensagens gravadas avisando de congestionamento no transporte público durante os Jogos, rapidamente descartadas quando as preocupações se mostraram infundadas.

"Eu não acho que a maioria dos membros (da Solt) estava apreciando os Jogos, cujo impacto foi visto com receio", disse o presidente da Solt, Mark Rubinstein. "É surpreendente, incrível, maravilhoso que estejamos aqui hoje dizendo que 2012 foi mais um ano recorde".

Leia também: Helen Mirren voltará a viver a rainha Elizabeth, agora no palco

O compositor Andrew Lloyd Webber, um dos empresários mais influentes do teatro na Grã-Bretanha, havia previsto um "banho de sangue" nas bilheterias durante o verão devido às Olimpíadas.

Rubinstein disse que houve uma queda considerável nas entradas durante o terceiro trimestre do ano devido ao evento esportivo, mas que no geral os números foram melhores do que muitos previam.

Cena da peça
Getty Images
Cena da peça "Sweeney Todd", Londres, 2012

Em termos definitivos, o dado de receita foi um novo recorde, enquanto o de público não ficou longe de seu auge de 2009, com 14,3 milhões de espectadores.

Leia também: Peça teatral de Agatha Christie faz 60 anos em cartaz

Os produtores mostraram moderação, talvez de olho na crise econômica na Inglaterra e grande parte da Europa, com o preço médio dos ingressos no ano passado em 37,86 euros (R$ 101,60), ante 37,97 euros (R$ 101,90) em 2011.

Musicais dominaram o West End de novo, respondendo por oito milhões da audiência, uma queda de 3% sobre 2011, enquanto as presenças nas peças subiram 9% para 4,1 milhões.

Leia também: Rupert Everett interpretará Oscar Wilde no West End londrino

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.