Roteirista afirma que a agente interpretada por Claire Danes pode investigar outros casos no futuro

Reuters

Reuters

Claire Danes com o prêmio de melhor atriz de série dramática por
AP
Claire Danes com o prêmio de melhor atriz de série dramática por "Homeland"

A série de TV "Homeland", um thriller psicológico baseado no pós 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, pode continuar no ar por anos, disse um dos criadores israelenses do programa logo após o seriado faturar três prêmios no Globo de Ouro no último domingo (13)

Agora com duas temporadas, "Homeland" ganhou o Globo de Ouro de melhor drama, além dos prêmios para o ator Damian Lewis, que interpreta um veterano da guerra do Iraque suspeito de ter se convertido pela Al Qaeda, e para a atriz Clara Daines, por seu papel como uma agente bipolar da CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos.

Gideon Raff, cuja série de TV israelense "Hatufim" inspirou "Homeland" e que é roteirista do seriado norte-americano, disse que o personagem interpretado por Danes pode gerar diversas novas temporadas.

"Sei do fato de que 'Homeland' tem no seu centro uma analista da CIA e seu chefe, o que pode permitir que a série continue por muitos mais anos. É sempre possível trocar de caso quando um terminar", disse Raff, direto de Los Angeles, numa entrevista à Rádio do Exército de Israel nesta segunda (14).

Leia também: "Homeland" e "Modern Family" dominam Emmy 2012

"Enquanto de alguma forma mantivermos nosso dedo sentindo o pulso do espírito de momento na América, em termos do que interessa à audiência, acho que estaremos bem."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.