Legado de Niemeyer inspirará gerações, diz Casa Branca

Governo dos Estados Unidos lamenta a morte do arquiteto brasileiro em comunicado divulgado neste sábado

iG São Paulo |

O legado de Oscar Niemeyer vai ficar vivo na beleza de suas obras e inspirar gerações, afirmou a Casa Branca em um comunicado divulgado neste sábado em que lamenta a morte do arquiteto brasileiro, que aconteceu na quarta-feira (5).

"Os Estados Unidos estendem suas profundas condolências ao povo do Brasil pelo falecimento do lendário arquiteto Oscar Niemeyer", destaca a nota à imprensa, divulgada pela Casa Branca.

TUDO SOBRE OSCAR NIEMEYER

O texto ressalta que Niemeyer foi inovador e mestre em criatividade, deixando sua marca em várias obras pelo mundo e ajudando a moldar a identidade única da nação brasileira. "Ele transpôs as curvas naturais da antiga capital, Rio, para os prédios e monumentos de Brasília", disse.

A nota também lembra a contribuição do arquiteto para desenhar a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, e o fato de Niemeyer ser considerado membro honorário do Instituto Americano de Arquitetos desde 1963.

Veja: A trajetória profissional e política do homem que revolucionou a arquitetura

Niemeyer morreu às 21h55 de quarta-feira, aos 104 anos. Segundo médicos do hospital Samaritano, o arquiteto teve insuficiência respiratória.  Ele havia sido internado no início de novembro no mesmo hospital, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, com um quadro de infecção respiratória e desidratação.

O corpo de Niemeyer foi enterrado no início da noite de sexta-feira (dia 7), no cemitério São João Batista, no Rio. Na tarde de sexta, familiares, amigos e fãs do arquiteto realizaram ato ecumênico no Palácio da Cidade, onde música de Dorival Caymmi e a "Internacional Socialista" foram cantadas.

Com AE

    Leia tudo sobre: oscar niemeyer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG