Exposição evidencia luta de Cartier-Bresson contra fotos coloridas; veja

"Pai" do fotojornalismo moderno nos anos 1950, francês exerceu influência decisiva nas gerações posteriores, mas perdeu batalha contra uso de cores

BBC Brasil |

BBC

Uma exposição aberta nesta quinta-feira (8) em Londres traz fotos do pai da fotografia moderna, o francês Henri Cartier-Bresson, que nunca foram exibidas na Grã-Bretanha.

O objetivo da mostra "Cartier-Bresson: A Question of Colour" ("Cartier-Bresson: Uma Questão de Cor") é mostrar, através de imagens, o ideal de fotografia do francês, que era contra o uso das imagens coloridas.

No entanto, Cartier-Bresson não conseguiu passar adiante esta ideia a seus discípulos. Ele foi um dos fotógrafos mais influentes da história, mas grande parte dos jovens que ele influenciou preferiu usar imagens coloridas.

Siga o iG Cultura no Twitter

A mostra na Somerset House, em Londres, traz imagens também de Ernst Haas, Joel Meyerowitz e William E. Ewing.

    Leia tudo sobre: Henri Cartier-Bressonfotografia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG