Centro Cultural Banco do Brasil sedia a exposição "Impressionismo: Paris e a Modernidade" por 36 horas ininterruptas; mostra reúne obras-primas de Monet, Renoir, Van Gogh e outros

Agência Brasil

Com o grande número de visitantes à procura da exposição "Impressionismo: Paris e a Modernidade", o Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro (CCBB-RJ) ficará aberto de forma ininterrupta neste fim de semana, das 9h de sábado (27) às 21h de domingo (28). Aberta ao público na última terça-feira (23), a mostra traz, pela primeira vez ao Brasil, 85 obras-primas do Museu d'Orsay, de Paris, dono da maior coleção de pinturas impressionistas do mundo.

INFOGRÁFICO: Entenda o quadro "O Tocador de Pífano", obra-prima de Manet

Segundo a direção do CCBB, a “virada impressionista”, como está sendo chamado o esquema especial de 36 horas seguidas de funcionamento, é a primeira que o espaço cultural promove em 23 anos de existência por causa de uma exposição exibida. Em 2011, o centro também funcionou sem interrupção em um fim de semana, mas por causa do Viradão Carioca, maratona de eventos culturais da cidade.

Leia também:  Exposição no CCBB reune 87 obras impressionistas

O balanço com o número de visitantes na primeira semana da exposição deverá ser divulgado após este fim de semana. No CCBB de São Paulo, onde permaneceu por 54 dias , nos meses de agosto e setembro, a exposição atraiu 320 mil visitantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.