Brad Pitt pede que política antidrogas dos EUA seja repensada

Ator classifica atuação do governo norte-americano contra as drogascomo "farsa"

Reuters |

Reuters

Getty Images
O ator Brad Pitt em Cannes 2012

Brad Pitt deu seu apoio a um documentário que critica a guerra de 40 anos dos Estados Unidos contra as drogas - classificada pela produção como um fracasso -, dizendo que as leis que prendem um grande número de usuários de drogas não passam de uma "farsa", com uma necessidade urgente de serem repensadas.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Sei que as pessoas estão sofrendo por causa disso. Sei que tenho vivido uma vida muito privilegiada em comparação aos outros e não consigo apoiar isso", disse Pitt a repórteres,  chamando a política do governo contra as drogas de "farsa".

"É uma estratégia muito ruim. Ela não faz sentido. Ela se perpetua. Você cria um mito, tem lucros, e isso faz com que mais pessoas queiram entrar nessa", completou. "Para mim, não há dúvidas. Precisamos repensar essa política imediatamente", acrescentou.

Leia também: Brad Pitt afirma não ter tempo para ser diretor

    Leia tudo sobre: Brad Pittdrogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG