Morre o escultor colombiano Negret, conhecido por obra geométrica e abstrata

Artista morreu em sua casa de Bogotá, aos 92 anos, vítima de uma deficiência cardíaca

EFE |

EFE

Reprodução
O escultor colombiano Édgar Negret

O escultor colombiano Édgar Negret, que alcançou reconhecimento por sua contínua produção abstrata e geométrica, morreu em sua casa de Bogotá vítima de uma deficiência cardíaca, informaram nesta sexta (12) seus familiares.

Siga o iG Cultura no Twitter

Negret faleceu pouco antes da meia-noite de quinta (11), quase na mesma hora do final de uma homenagem por seu 92º aniversário que lhe ofereciam à revelia em sua cidade natal, Popayán, capital do departamento do Cauca. "Morreu um dos maiores artistas plásticos da Colômbia", declarou o prefeito da cidade, Francisco Fuentes, que foi um dos organizadores da festa de aniversário do escultor.

Fuentes disse a jornalistas que o artista alcançou reconhecimento internacional por sua obra escultórica, que no país está à vista do público em espaços urbanos das principais cidades e, também, na Casa Museu Édgar Negret e no Museu Ibero-americano de Arte Moderna de Popayán.

Negret havia se aposentado da atividade artística há mais de dez anos, quando começou a sofrer os rigores do Alzheimer, e permanecia em seu domicílio de Bogotá, onde se radicou em meados dos anos 1950, após retornar de Nova York.

O escultir foi aluno do Clay Club Sculpture Center de Nova York, onde ampliou seus conhecimentos artísticos básicos, adquiridos na Escola de Belas Artes de Cali.

    Leia tudo sobre: Édgar Negretesculturaartes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG