Músico acaba de lançar o disco "Lobão Elétrico" e prepara um novo livro para 2013

O músico e escritor Lobão completa 55 anos nesta quinta (11) em plena atividade. O artista lançou no início deste mês o disco ao vivo "Lobão Elétrico: Lino, Sexy & Brutal", e prepara para 2013 seu próximo livro, "O Manifesto do Nada na Terra do Nunca", que analisa a cultura e a política do Brasil, em especial a semana de arte moderna de 22.

Siga o iG Cultura no Twitter

João Luiz Woerdenbag Filho nasceu no Rio de Janeiro e começou a carreira de músico como baterista. Ao lado de Lulu Santos e Ritchie, foi integrante da banda Vímana nos anos 1970. O grupo de rock progressivo se desfez em 1978.

Em 1980 fundou a Blitz, banda pop que contava ainda com Evandro Mesquita e Fernanda Abreu. Apesar de ter escolhido o nome do grupo, Lobão deixou o conjunto pouco antes do sucesso comercial, por divergências criativas.

O cantor Lobão
AE
O cantor Lobão

A carreira solo teve início com o lançamento do disco "Cena de Cinema", em 1982. Dois anos depois, o músico formou a banda Lobão e os Ronaldos, com quem fez o álbum "Ronaldo Foi Pra Guerra". Dali saiu um de seus maiores sucessos, "Me Chama".

De volta aos trabalhos em carreira solo, Lobão lançou "O Rock Errou" (1986) - e foi preso por porte de drogas na sequência. Durante o ano em que passou encarcerado, desenvolveu "Vida Bandida" (1987), que ganhou elogios com as canções "Vida Louca Vida" e "Blá Blá Blá... Eu Te Amo (Rádio Blá)".

Após ser vaiado pelo público do festival Rock in Rio 2, em 1990, por subir no palco com a bateria da escola de samba Mangueira, Lobão afastou-se aos poucos dos holofotes, e chegou a romper relação com as grandes gravadoras.

Em 1999, lançou "A Vida é Doce" de forma independente, distribuindo o disco pela internet e em bancas de jornal. Em 2003, Lobão estreou como editor da revista "Outracoisa", sendo o responsável pelo lançamento de discos de bandas e artistas como Cachorro Grande, BNegão e Arnaldo Baptista.

Em 2005, estreou como apresentador de TV no programa "Saca Rolha", da PlayTV, ao lado de Marcelo Tas e da modelo Mariana Weickert. Desde então Lobão participou de atrações na MTV, como o "MTV Debate" e o "Lobotomia", e mais recentemente no programa "A Liga", da Band.

Leia também: Lobão: a ovelha negra da música brasileira

Lançada em 2010, a autobiografia "50 Anos a Mil", co-assinado pelo jornalista Claudio Tognolli, se tornou um best-seller, com a marca de 100 mil cópias vendidas. O livro, que narra desde a infância até a história recente do músico, pode ganhar uma versão cinematográfica em 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.