Instalação fazia com que pessoas caminhassem sobre projeções dos versos do Corão

AFP

Muçulmanos protestam em Toulouse contra obra de Mounir Fatmi
AFP
Muçulmanos protestam em Toulouse contra obra de Mounir Fatmi

O artista marroquino Mounir Fatmi anunciou o cancelamento da apresentação de uma de suas obras em uma exposição de arte contemporânea na França por causa de protetos de muçulmanos. As reclamações ocorreram porque a instalação fazia com que os transeuntes caminhassem sobre projeções dos versos do Corão.

Siga o iG Cultura no Twitter

A obra, que se trata de uma projeção sobre uma ponte de Toulouse de um vídeo com versos do Corão e os hadiths (palavras) do profetá Maomé, chegou a ser exibida, mas cerca de 80 pessoas espontaneamente se reuniram para impedir que as pessoas passassem pelo local.

Segundo a polícia, uma mulher chegou a ser esbofeteada por ter pisado nos versos do Corão.

"Não se pode colocar o Corão no chão", reclamou Charaza Boumzaa, de 23 anos. "Estavam pisando e cuspindo nos versos".

A chegada de um imã e seus pedidos de calma facilitaram a dispersão da multidão. O artista negou que a intenção de sua obra fosse ofender o Islã.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.