"O Grito" será exposto em Nova York

Leiloado por R$ 243 milhões, quadro de Edvard Munch ficará por seis meses no MoMa

Reuters |

Reuters

Reprodução
"O Grito", de Edvard Munch

O quadro mais famoso do pintor Edvard Munch, "O Grito", que foi vendido pela Sotheby's por US$ 120 milhões (R$ 243 milhões) em maio, será exposto no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMa) por seis meses, informou o museu nesta terça (18).

Siga o iG Cultura no Twitter

Munch criou quatro versões para a obra, que mostra um homem segurando sua cabeça e gritando, entre 1893 e 1910. A imagem de 1895, feita em pastel, é a única em mãos privadas.

Acredita-se que o financista norte-americano Leon Black seria o comprador da pintura, a mais cara já vendida em um leilão. As outras três versões encontram-se em museus na Noruega.

"O Grito" poderá ser visto no MoMA de 24 de outubro a 29 de abril de 2013.

    Leia tudo sobre: O GritoEdvard Munchpintura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG