Silkscreen de Brando feito por Warhol pode alcançar R$ 41 milhões em leilão

Serigrafia foi feita em 1966 e mostra o ator vestido de couro e montando uma moto

Reuters | - Atualizada às

Reuters

Reprodução
A serigrafia 'Marlon', de Andy Warhol

Um silkscreen feito por Andy Warhol do ator Marlon Brando, vestido de couro e montando uma moto, deve ser vendido por US$ 20 milhões (R$ 41 milhões) quando for a leilão em novembro, afirmou a casa de leilões Christie's nesta quarta-feira (dia 5).

"Marlon", um serigrafia de 1966 de uma imagem retirada do filme "O Selvagem", que é um dos retratos de Hollywood mais famosos do falecido artista pop, será o lote principal do leilão de obras de arte contemporânea e pós-guerra, em novembro.

A obra está sendo vendida da coleção do empresário e administrador do Museu de Arte Moderna, Donald L. Bryant Jr.

"Ao lado de seus retratos de Elvis Presley, a imagem de Marlon Brando de Andy Warhol esbanja uma sensualidade crua e intenso poder, raramente encontrados em sua obra", disse o presidente da Christie's para arte contemporânea e pós-guerra, Brett Gorvy.

Gorvy descreveu o silkscreen que Warhol retirou de uma imagem publicitária do filme de 1953 sobre gangues de motociclistas como o "arquétipo do glamour e do descolado".

O trabalho também se insere na fascinação de Warhol com o comércio e o capitalismo, destacou a Christie's. "Ao pegar uma imagem publicitária conhecida de um ator, alguém que adotou uma aparência, Warhol faz uma declaração sobre a superficialidade do mundo das vendas", disse em um comunicado anunciando o leilão.

"Marlon" será vendido na sede da Christie's em Nova York no dia 14 de novembro. A venda coincide com uma exposição das obras do ícone da arte pop no museu Metropolitan.

    Leia tudo sobre: andy warholmarlon brandoarteleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG