Após 9 anos de reformas e controvérsia, museu nacional da Holanda terá 30 mil m² de área

EFE

Após nove anos de reformas e remodelações, o Rijksmuseum, museu nacional da Holanda, em Amsterdã, reabrirá suas portas ao público no dia 14 de abril de 2013. A reforma do museu, que contou com um investimento de US$ 471 milhões, foi aprovada em 2001, embora as obras não tenham começado até 2004.

Divulgação
"Guardiães da Noite, pintura de Rembrandt que marcará entrega oficial do Rijksmuseum

Por conta de inúmeras paralisações nas obras, o projeto, antes estava previsto para ser entregue em 2008, só será finalizado em 2013.

Uma das polêmicas mais evidentes foi a que envolveu os ciclistas de Amsterdã, que se opuseram categoricamente ao projeto original, que fecharia uma passagem muito usada pelas bicicletas. Após diversas mudanças, os arquitetos espanhóis Antonio Ortiz e Antonio Cruz modificaram sua ideia original e passaram a considerar a passagem das bicicletas na entrada do museu.

Siga o iG Cultura no Twitter

Projetado por Pierre Cuypers em 1885, o Rijksmuseum contará com uma superfície expositiva das salas permanentes de 10,5 mil metros quadrados. A área total do museu pós-reforma será de 30 mil metros quadrados.

Uma das principais peças do museu, a obra "Guardiães da Noite", de Rembrandt Van Rijn, só chegará em março e deverá ser a última obra a voltar a ser exposta no novo Rijksmuseum.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.