Morre Hal David, compositor de "Raindrops Keep Fallin' on My Head"

Ganhador do Oscar, Letrista escreveu dezenas de sucessos em parceria com Burt Bacharach, como "I Say a Little Prayer" e "What the World Needs Now Is Love"

iG São Paulo com agências | - Atualizada às

O compositor norte-americano Hal David, ganhador de um Oscar e um Grammy, que escreveu em parceria com Burt Bacharach músicas de sucesso como "Raindrops Keep Fallin' on My Head" e "I Say a Little Prayer", morreu em Los Angeles, aos 91 anos.

Siga o iG Cultura no Twitter

David morreu neste sábado (1º) no hospital Cedars-Sinai, por conta de complicações de um acidente vascular cerebral, segundo um porta-voz da Sociedade de Compositores, Autores e Editores dos Estados Unidos (Ascap, na sigla em inglês), que o letrista comandou.

David nasceu no dia 25 de maio de 1921 no bairro do Brooklyn, em Nova York, filho de  imigrantes austríacos. Iniciou a carreira de letrista no final dos anos 1940 ao colaborar com escritores que havia conhecido no famoso Brill Building, de Manhattan, na época o centro dos negócios da música popular.

Sua colaboração com Burt Bacharach se estendeu entre as décadas de 1950 e 1970 e rendeu dezenas de hits – "What The World Needs Now Is Love", "I'll Never Fall In Love Again", "Do You Know the Way to San Jose" e "Walk On By" são apenas alguns deles, famosos nas vozes de grandes da música norte-americana, como Frank Sinatra, The Carpenters, Barbra Streisand,  Tom Jones e Dionne Warwick, sua parceira mais frequente, que emplacou nos anos 1960 diversas músicas no Top 10.

Várias de suas canções foram usadas como temas centrais de filmes como "Alfie", "What's New Pussycat", "Cassino Royale", "The April Fools" e "Butch Cassidy and the Sundance Kid". "Raindrops Keep Fallin' on My Head", escrita para o filme "Butch Cassidy" (1969), ganhou o Oscar de melhor canção. Já o musical "Promises Promises" rendeu um Grammy para David e Bacharach.

Como letrista, "Hal era simples, conciso e poético, convergindo volumes de significado no menor volume possível de palavras e sempre a serviço da música", escreveu em um comunicado o presidente da ASCAP, Paul Williams.

"Não é de espantar que tantas de suas letras e canções tenham se tornado parte do nosso vocabulário diário, o pano de fundo de nossas vidas", concluiu.

Bacharach e David se separaram no início dos anos 70 e David começou a colaborar com outros compositores, incluindo John Barry e Albert Hammond, para o qual escreveu o sucesso "To All the Girls I've Loved Before".

Além de ser presidente da Ascap de 1980 a 1986, David também dirigiu o Salão da Fama dos Escritores de Canções durante uma década, até o ano passado, e depois foi nomeado seu presidente emérito.

Em maio, o presidente norte-americano Barack Obama entregou a David e a Bacharach o Prêmio Gershwin de Canção Popular da Biblioteca do Congresso, durante um tributo musical na Casa Branca. 

* com AFP, Reuters e EFE

    Leia tudo sobre: hal davidburt bacharachmortedionne warwick

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG