Mudança no design de logo sinaliza novos tempos para as empresas

Especialistas comentam a nova imagem da Microsoft, que alterou imagem pela primeira vez em 25 anos

Augusto Gomes |

Desde 1987, era o mesma imagem. Mas, após 25 anos, a Microsoft decidiu mudar. No último dia 23, a empresa divulgou seu novo logo . No lugar da fonte Helvética, entra a Segoe. Em substituição ao negrito e ao itálico do logo anterior, um cinza mais suave, acompanhado de quatro quadrados com as cores vermelho, verde, azul e amarelo. Sinal de novos tempos para a empresa fundada por Bill Gates?

"Se uma companhia altera o logo e a mudança fica só nisso, é um efeito que não serve para nada. O efeito tende a se esvaziar rapidamente", diz Hélio Mariz de Carvalho, diretor da empresa de consultoria de imagem FutureBrand. "Obviamente, a Microsoft quer sinalizar uma mudança."

Manter o mesmo logo por 25 anos pode parecer muito tempo, mas é uma prática comum. "Não existe uma regra. Algumas empresas mudam com certa frequência, outras mantêm por mais tempo, só fazendo alguns ajustes", afirma.

"Na área de tecnologia, a IBM tem um logo ainda mais antigo que o da Microsoft. E não podemos nos esquecer da Coca-Cola, que mantém o mesmo logo, com pequenas alterações, há mais de 100 anos", explica o designer e consultor de branding Delano Rodrigues. Segundo ele, logos não têm prazo de validade. "A regra é essa: só se muda quando chega o momento de expressar algo novo. E esse momento pode levar mais ou menos tempo para acontecer."

No caso da Microsoft, a mudança sinalizada já tem data para acontecer. No final de outubro, a companhia lança o Windows 8 . A interface da nova versão do sistema operacional é baseada no sistema Windows Phone para celulares.

Em vez dos ícones na área de trabalho introduzidos no Windows 95, estão pequenos quadrados e retângulos (chamados "tiles" - em português, "telha" ou "azulejo") para representar os programas. Os quadrados coloridos do novo logo são uma referência direta aos "tiles", assim como a nova fonte lembra aquelas usadas no Windows 8 e no Windows Phone 8.

Leia também: Fique por dentro do Windows 8

Quando o novo logo foi anunciado, a Microsoft usou o termo "nova era" para designar o que ele significa. "Esta onda de lançamentos não é apenas uma reinvenção de nossos produtos mais populares, mas também representa uma nova era para a Microsoft. Por isso, nosso logo evoluiu para acentuar visualmente este recomeço", declarou Jeff Hansen, gerente de estratégia de marca da Microsoft.

E qual imagem a empresa quer passar? "O logo anterior era tecnológico. Este passa a ideia de entretenimento", diz Hélio Mariz de Carvalho. "É uma imagem mais suave, mais amigável. E que transmite uma proximidade com o consumidor". Saem conceitos como tecnologia, performance, velocidade. Entram as ideias de proximidade, facilidade, diversão. A partir do logo, é possível perceber a estratégia da empresa.

Para Delano Rodrigues, outro fator importante é a "limpeza" do logo. "É uma tendência atual. Logos mais 'limpos' funcionam bem em qualquer tipo de plataforma - computadores, celulares, tablets."

    Leia tudo sobre: DesignMicrosoftTecnologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG