As diversas técnicas e os temas do pintor Lasar Segall

Exposição reúne 71 obras produzidas entre 1910 e 1956 pertencentes à família do artista

Cíntia Esteves Brasil Econômico | - Atualizada às

Divulgação
Desenho de Lasar Segall

A partir de hoje a Pinakotheke Cultural, no Rio de Janeiro, reúne 71 obras do pintor Lasar Segall (1981-1957) produzidas entre 1910 e 1956. Os trabalhos pertencem à família do artista apresentam diversas técnicas, além de grande variação temática. Entre os destaques está a série Mangue, a qual aborda a prostituição.

“Quando Segall chega ao Rio de Janeiro ele conhece o Mangue, célebre zona de prostituição da cidade. Daí resulta em uma série de pinturas e gravuras. São cenas sensuais e misteriosas com mulheres vistas através de cortinas e persianas”, afirma Max Perlingeiro, curador da exposição.

O judaísmo é outro tema recorrente na obra de Segall. E nesta mostra intitulada Lasar Segall — Obras sobre papel: pinturas, desenhos e gravuras, o visitante poderá apreciar algumas delas. A gravura Vigília Fúnebre, de 1928, foi feita pelo artista após a morte de seu pai, Abel, em 1927. “Ao contrário das obras de temática judaica do período alemão, esta gravura não fala de uma dor universal, ou da condição humana em geral, mas da dor da família Segall diante da perda de um ente querido”, diz o curador.

Ao longo de sua vida, Segall experimentou vários processos na produção de suas obras. Na pintura, chama a atenção uma técnica conhecida como “úmido sobre úmido”. “Consiste em aplicar uma nova tinta sobre a tinta anterior, a qual ainda não está seca e, assim, ambas misturam-se sobre a superfície, fazendo surgir um resultado extraordinário”, afirma Perlingeiro.

Lasar Segall
Quando: 24 de agosto a 20 de outubro (de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados, das 10h às 16 h)
Onde: Pinakotheke Cultural (r. São Clemente 300, Botafogo, Rio de Janeiro)
Entrada: gratuita
Informações: (21) 2537-7566

Leia mais notícias sobre política, economia e negócios no Brasil Econômico

    Leia tudo sobre: lasar segall

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG