Arte de rua transforma Londres em galeria a céu aberto

Nomes como Banksy e King Robbo travam batalha de grafites nas ruas da capital britânica

BBC |

BBC

A arte de rua em Londres oferece mistérios, personagens emblemáticos e até mesmo rixas históricas. O que nasceu como manifestação artística marginal é hoje parte da paisagem da capital britânica, com direito a autores de grafites cujos nomes são internacionalmente reconhecidos.

Esta é a quarta da série de galerias semanais que a BBC Brasil vem publicando nas semanas que antecedem a abertura dos Jogos Olímpicos de 2012. Os temas das galerias foram escolhidos pelos jornalistas da BBC Brasil para retratar ângulos pouco conhecidos da capital britânica que servem como exemplo da diversidade e da singularidade da cidade.

Nesta galeria, o grafite e a arte de rua foram escolhidos como temas porque traduzem bem o espírito irreverente, a criatividade e ousadia que caracterizam a Londres moderna. E o melhor de tudo é que as obras aqui mostradas são gratuitas e estão espalhadas por toda a cidade.

Banksy, o mais célebre dos artistas urbanos britânicos é ainda hoje o nome mais conhecido do ofício. Suas obras estão espalhadas por diferentes pontos da cidade, em especial pelo leste londrino. Mas ele também se tornou pivô de um duelo de artistas de rua.

King Robbo, um mítico grafiteiro da cidade, teve um de seus grafites adulterados pelo lendário artista da cidade de Bristol e, desde então, vem se dedicando a passar seus jatos de spray por cima de obras de Banksy ou criar obras suas em cima das feitas pelo arquirrival.

Leia também:  Fotógrafo britânico recria obras de Banksy com modelos

Além de nomes consagrados, a arte de rua londrina é célebre também por atrair artistas de diferentes partes do mundo, desde americanos até nomes de diferentes partes da Europa, que, muitas vezes, contam com obras em diferentes pontos da cidade.

Elas oferecem comentários irônicos sobre o dia-a-dia londrino, sobre a política do país e satirizam a sociedade britânica e personalidades do páis, não poupando nem mesmo a rainha e seus filhos e netos.

A despeito de ser um cartão postal da Londres moderna, a arte de rua ainda está muito associada à transgressão, como contou à BBC Brasil Joseph Epstein, um designer que se dedica a fotografar imagens de arte urbana e postá-las em seu site ( www.ldngraffiti.co.uk ).

''A sorte de cada artista varia em cada região da cidade. Muitas vezes, as administrações regionais pintam por cima dos grafites e tentam descobrir os autores, a fim de processá-los, mas em outros cantos, o trabalho deles é valorizado e os administradores locais procuram até preservá-los''.

O cotidiano da cidade, naturalmente, não escapa aos olhos dos artistas urbanos que usam as paredes das cidades como suas telas. É o caso de Codefc, que recentemente espalhou pelas cercanias da sede principal dos Jogos de 2012 diferentes grafites que retratam atletas olímpicos com as câmeras que são a marca registrada das peças do autor, no lugar de suas cabeças.

    Leia tudo sobre: Street ArtGrafiteBanksyKing Robbo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG