"Anger Management" estreia nesta semana nos EUA; apesar das diferenças, programa a princípio lembra "Two and a Half Men"

Reuters

O primeiro episódio de "Anger Management" , nova série cômica com Charlie Sheen, começa com ele batendo num saco de pancadas e gritando: "Você não pode me demitir. Eu me demito!". E termina com o personagem indo para a cama com uma gata.

Siga o iG Cultura no Twitter

Aparentemente, é o mesmo personagem que Sheen vivia em "Two and a Half Men", ou mesmo o Sheen da vida real. Mas o "bad boy" de Hollywood, demitido de "Two and a Half Men" no ano passado após brigar com os produtores, garante que "Anger Management", que estreia na quinta-feira no canal FX, é outra coisa.

Charlie Sheen em cena da série
AP
Charlie Sheen em cena da série "Anger Management"

Bruce Helford, criador da nova série, concorda. "É uma evolução realmente interessante para Charlie Sheen, e também para o personagem", afirmou ele à Reuters.

Charlie Harper, personagem de Sheen na série anterior, era um beberrão mulherengo que se negava a crescer. Charlie Goodson, o personagem da nova série, tem uma filha adolescente e está ciente da necessidade de controlar a raiva, significado do título em inglês.

Leia também:  Charlie Sheen vai interpretar presidente dos EUA em "Machete Kills"

Num clipe colocado no YouTube para divulgar o novo trabalho, Sheen, de 46 anos, disse que Goodson é "realmente inteligente, realmente divertido". "Ah, vai", brinca ele em outro vídeo promocional, ao escapar ileso de uma explosão ferroviária. "Todo mundo merece uma 24ª chance."

TV iG:  Charlie Sheen comemora estreia de seu programa no canal FX

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.