Morre o pintor francês Georges Mathieu

Considerado o pai da abstração lírica, chegou a ocupar o papel de artista oficial de seu país nas décadas de 1960 e 1970

AFP |

AFP

AFP
o francês Georges Mathieu

O pintor francês Georges Mathieu, pai da abstração lírica e precursor do "happening", morreu no domingo (dia 10), aos 91 anos, em um hospital de Paris. A informação foi divulgada pela própria família.

Georges Victor Mathieu d'Escaudoeuvres, conhecido apenas como Georges Mathieu, foi um dos pintores franceses mais famosos do mundo nas décadas de 1960 e 1970. Chegou a ocupar na França o papel de artista oficial.

Siga o iG Cultura no Twitter

Nascido em 1921 em Boulogne-sur-mer (Pas-de-Calais), Mathieu foi o primeiro artista francês a reagir violentamente contra a abstração geométrica.

Precursor dos "happenings", a partir de 1947 organizou uma série de manifestações a favor da arte liberada de todas as condicionantes do classicismo. Batizou esta tendência de "abstração lítica", privilegiando em sua pintura o traço, o movimento e a emoção.

    Leia tudo sobre: Georges Mathieuartepintura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG