Casa do cartunista Laerte é assaltada em São Paulo

Artista perdeu "10 anos de trabalho" que estavam em computador levado pelos bandidos

iG São Paulo |

Augusto Gomes, iG São Paulo
O cartunista Laerte Coutinho
O cartunista Laerte Coutinho, 60, teve a casa assaltada nesta terça-feira (dia 1) no bairro do Rio Pequeno (zona oeste de São Paulo). Os bandidos levaram um computador e um HD que continham mais de uma década de trabalho do artista.

"Havia ali dez, 12 anos de trabalho", disse Laerte ao iG . "Ainda vou 'garimpar' para ver o que perdi. Parte desse material eu havia mandado para lugares que, possivelmente, podem ter cópias.”

Siga o iG Cultura no Twitter

Segundo Laerte, os arquivos roubados continham "anos e anos de tiras, páginas de quadrinhos. Coisas que eu vinha digitalizando. Alguma parte eu tinha em CD. Ainda não consegui fazer o balanço do que havia.”

Os assaltantes ainda levaram botijão de gás, um violão e um micro-ondas. "Foram coisas pequenas. Mais grave é o que aconteceu com moradores de rua na praça da Sé (centro de São Paulo). Arrancaram sacolas, pertences dessas pessoas. É muito mais grave do que terem entrado na minha casa.”

Laerte registrou boletim de ocorrência no 93º Distrito Policial da capital. Duas gatas do cartunista (uma delas paraplégica, não mexe as patas traseiras) fugiram da casa e foram encontradas por Laerte na rua.

    Leia tudo sobre: Laertecartunista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG