Alguns países e grupos ativistas afirmam que os Estados Unidos estão tentando postergar acordo para 2020

Enviado especial dos EUA para mudanças climaticas, Todd Stern, afirma apoiar proposta da União Europeia
EFE
Enviado especial dos EUA para mudanças climaticas, Todd Stern, afirma apoiar proposta da União Europeia
Os Estados Unidos negaram nesta quinta-feira que estariam tentando protelar um acordo global para o clima até 2020, e disseram apoiar uma proposta da União Europeia que busca delinear o caminho para um pacto mais ambicioso no combate às mudanças climáticas.

Representantes de quase 200 países têm até sexta-feira (9) para decidir se irão se comprometer à assinatura de um acordo climático internacional até 2015, que entrará em vigor a partir de 2020.

Entenda:
Como acontece o aquecimento global
Quem são os maiores emissores
Perguntas e respostas sobre a COP-17

Alguns países e grupos ativistas dizem que os Estados Unidos estão tentando adiar o acordo para 2020 ou para além dessa data, e que existe pouca possibilidade de progresso antes da eleição presidencial norte-americana do próximo ano. A questão é mais complicada considerando a disputa entre os republicanos e os democratas do partido do presidente Barack Obama sobre a legislação ambiental.

"Não tem fundamento algum sugerir que os EUA estejam propondo um adiamento da medida para 2020", disse nesta quinta-feira o enviado norte-americano para o clima, Todd Stern, a jornalistas.

"A UE está pedindo um caminho (para um futuro acordo). Apoiamos isso", afirmou.

A UE está pressionando os países por um acordo global em 2015, mas não estenderá o Protocolo de Kyoto -- o único pacto global que vincula legalmente os países no combate à mudança climática -- a não ser que os grandes emissores, entre eles EUA e China, também prometam cortes ambiciosos.

Os Estados Unidos disseram que só vinculariam a redução de suas emissões a um acordo internacional se a China e outros países em desenvolvimento, considerados grandes poluidores, se comprometessem igualmente.

Veja mais notícias:
Dilma diz que renovação de Protocolo de Kyoto é essencial
OMS pede medidas em Durban para evitar 13 milhões de mortes por ano
Comércio marítimo pode ajudar fundo para o clima, diz ONU
Aquecimento global deve 'superar níveis seguros', diz estudo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.