Ban Ki-moon cobra resultados na Cop-16

Para secretário geral da ONU é preciso atingir resultados no fim de cada dia da Conferência

Maria Fernanda Ziegler, enviada a Cancún |

O secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, que chegou em Cancún para a abertura do seguimento de discussões entre os ministros de estados, disse que a natureza não pode esperar enquanto as negociações não são concluídas.

Ao demonstrar não ter expectativas para o acordo de um pacote completo em todas as áreas discutidas em Cancún, o secretário geral cobrou comprometimento.

“No fim do dia, nós precisamos de resultados que freiem a emissão de gases causadores do efeito estufa e que reforcem a capacidade das comunidades em se adaptar aos impactos provocados pelas mudanças climáticas”, disse.

Para Ban Ki-moon também é possível avançar nas discussões de financiamentos de longo prazo. Em Copenhague, países desenvolvidos concordaram com um fundo de US$ 100 bilhões anuais para países em desenvolvimento até 2020.

“O grupo liderado pelo primeiro-ministros Meles Zenawi, da Etiópia e da Stolberg da Noruega concluiu que US$ 100 bilhões por ano será desafiador, mas possível, e apresentou uma gama de opções de como isso poderia ser conseguido”, disse.

    Leia tudo sobre: Cop-16Ban Ki-moon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG