Coordenador de Vanderlan adere à campanha de Marconi

Prefeito de Inhumas Abelardo Vaz anuncia adesão à campanha ao governo de tucano, por considerá-lo "melhor candidato"

Marcello Sigwalt iG Brasília |

O anunciado apoio da cúpula do PP do governador Alcides Rodrigues ao candidato do PMDB ao Palácio das Esmeraldas Iris Rezende parece não estar tão firme assim.

O prefeito de Inhumas, Aberlardo Vaz, do mesmo partido, oficializou ontem sua adesão à campanha do tucano Marconi Perillo ao Palácio das Esmeraldas.

Vaz fez a declaração na fazenda de um de seus padrinhos políticos, o deputado federal reeleito Roberto Balestra (PP).

Apesar das evidências, o prefeito ainda não conseguiu comunicar o fato ao governador. 

Alcides não respondeu às ligações, segundo Vaz. Em sua justificativa, Vaz alegou ter tomado a decisão a conselho do grupo político ligado ao do deputado estadual Wellington Valim (PTdoB) e após ter consultado sua família.

Pouco antes de confirmar o apoio ao tucano, Abelardo afirmou ter conversado com Vanderlan Cardoso (PR) – candidato apoiado por ele no primeiro turno – com o deputado estadual Ernesto Roller (PP) – candidato a vice de Vanderlan - e com o deputado federal Sandro Mabel (PR). 

“Eu não tenho como apoiar o PMDB”, sustentou Abelardo.

O PMDB é o principal adversário político do PP em Inhumas. 

Ao mesmo tempo, Vaz teria explicado a Marconi que “não poderia voltar atrás” do apoio declarado a Vanderlan no primeiro turno. Na sua avaliação, Marconi “é o melhor dos dois candidatos” no segundo turno. Para ele, “a candidatura de Vanderlan era necessária para o fortalecimento do PP”.

Um dos coordenadores da campanha no primeiro turno, Vaz recebeu elogios do próprio Marconi, que “não poderia esperar outra atitude de Abelardo, pois ele foi de uma elegância ímpar durante o processo eleitoral”.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG