COPENHAGUE - Por questões de segurança, líderes de Estado e governo podem optar por não comparecer ao Bella Center para o segmento de alto nível da conferência climática da ONU, afirmou o Secretário-Executivo da Convenção do Clima, Yvo de Boer. Hoje, ativistas realizaram http://ultimosegundo.ig.com.br/conferenciaclimatica/2009/12/16/sobem+para+230+os+detidos+por+tentar+bloquear+cupula+em+copenhague+9235491.html target=_topmanifestações dentro e fora do centro de conferências.


"A decisão final será de sua comitiva de segurança particular", disse De Boer. "Nós nos orgulhamos de ser uma conferência que abre as portas para a sociedade civil. Que outro evento deste porte pode dizer que atraiu o interesse de 45 mil pessoas?"

No entanto, o secretário se disse preocupado com alguns incidentes dentro do Bella Center nesta quarta-feira. "Passeatas 'instantâneas', invasão de salas de negociações e outras ações dentro do Bella Center me fazem questionar se nossa decisão foi sábia e testam minha coragem de voltar a seguir esse caminho."

Yvo de Boer também comentou a saída de Connie Hedegaard da presidência da COP15. "Ela continuará a ajudar e isso não influenciará as negociações."

Protestos e prisões

A polícia dinamarquesa deteve nesta quarta-feira 260 pessoas que realizavam um ato de protesto para tentar entrar no centro de congressos Bella Center e tentar parar as sessões na cúpula da ONU sobre mudança climática (COP15).

Milhares de policiais cercaram o Bella Center, onde a cúpula acontece até o dia 18, para impedir o acesso dos ativistas, em uma ação que convocou mais de 2,5 mil manifestantes, um número menor que os de 5 mil a 10 mil que a plataforma Climate Justice Action esperava.


Presos aguardam para serem levados para centro de detenção em Copenhague / AFP

Dezenas de delegados de ONGs credenciados saíram do centro de convenções para mostrar seu apoio aos manifestantes, mas a tentativa dos dois grupos de se unir para convocar uma assembleia popular paralela dentro da cúpula foi frustrada pela presença policial.

Leia mais sobre Conferência de Copenhague

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.