Japão aumenta sua contribuição em Copenhague para US$ 15 bilhões

COPENHAGUE - O Japão elevou de US$ 9 para US$ 15 bilhões a ajuda destinada aos países em desenvolvimento para o combate ao aquecimento global. O dinheiro só será repassado, porém, se os negociadores chegarem a um acordo climático na conferência de Copenhague.

iG São Paulo |


Um comunicado do governo japonês, divulgado nesta quarta-feira, afirma que a iniciativa tem o objetivo de "contribuir" para o sucesso da conferência. A oferta de três anos incluiria tanto fundos públicos quanto privados.

Também nesta quarta-feira, os Estados Unidos anunciaram nesta a criação de um fundo de US$ 3,5 bilhões para financiar a recuperação de áreas desmatadas em países em desenvolvimento.

Austrália, França, Japão, Noruega e Reino Unido também participam do projeto, que está inserido no programa de Redução de Emissões, Desmatamento e Degradação de Florestas (Redd).

O financiamento será destinado a facilitar a adoção de medidas imediatas para o programa REDD  (Reduzindo as Emissões geradas com Desmatamento e Degradação Florestal nos Países em Desenvolvimento) de 2010 a 2012. Os EUA contribuirão com US$ 1 bilhão. O dinheiro só será liberado se for alcançado um acordo em Copenhague.

Com AP e AFP

Leia mais sobre mudanças climáticas

    Leia tudo sobre: acordo climático

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG