EUA continuam cheirando a enxofre como na época de Bush, diz Chávez

COPENHAGUE - Os Estados Unidos continuam cheirando a enxofre sob a presidência de Barack Obama, como na época de Bush, afirmou o presidente venezuelano, Hugo Chávez, falando nesta sexta-feira na tribuna da conferência sobre o clima em Copenhague.

iG São Paulo |

"Obama veio, falou e saiu pela porta dos fundos", afirmou Chávez ante os 193 países que participam na cúpula.

"Mas o cheiro do enxofre continua a ser sentido pelo mundo", afirmou o presidente aludindo a um comentário que fez na Assembleia Geral das Nações Unidas em 2006, em referência ao então presidente George W. Bush.

"É o império, o império que chega à meia-noite, e que, na escuridão, às costas da maioria, de maneira antidemocrática, pretende cozinhar um documento que nós não aceitamos, nem aceitaremos", acrescentou, dessa vez se referindo às discussões de um grupo restrito de 30 chefes de Estado, aos quais Obama se somou nesta sexta-feira, depois de chegar à capital dinamarquesa.

O presidente venezuelano sustentou que não assinará nenhum documento que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, "tenha introduzido na conferência por baixo da porta" e afirmou que a cúpula terminará "sem nenhum acordo" e "sem glória".

Chávez se queixou da "falta de transparência" dos processos adotados em Copenhague que, segundo ele, favoreceram um pequeno grupo de países no momento de acordar documentos e deixaram a grande maioria de fora do diálogo.

Para o presidente venezuelano, adotar um documento que não foi acordado pelos 192 membros da Convenção da ONU sobre a Mudança Climática seria "fraudulento".

Chávez descreveu Obama como "Prêmio Nobel da Guerra", em alusão ao Prêmio Nobel da Paz que o americano recebeu há poucos dias, e afirmou que o governante dos EUA é "a maior frustração de muita gente de todo o mundo que acreditou nele".

Leia também:

Leia mais sobre acordo climático

    Leia tudo sobre: acordo climático

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG