Mateus Prado

Educador analisa o Enem, os vestibulares e o ensino brasileiro

Mateus Prado cursou Sociologia e Políticas Públicas na USP. É presidente nacional do Instituto Henfil e autor de livros didáticos. Presta assessoria em Enem

Cálculo de notas no Sisu mistura abobrinha com chantilly

Média baseada nas notas em cada prova do Enem não representa o aproveitamento dos alunos

29/12/2011 14:25

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Prouni, que selecionarão alunos para universidades a partir de janeiro, juntam grandezas diferentes para calcular as notas dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Fazendo uma média – com pesos iguais ou diferentes – das notas de cada prova não se chega ao real aproveitamento de cada aluno.

Pra começar, a redação é a única prova que tem seu valor absoluto divulgado e na qual o aluno pode alcançar nota 1000. Apesar da falta de padrão na correção, que tem feito a tristeza ou a felicidade de candidatos independente do mérito que tiveram, choveram notas 1000, assim como houve uma “tempestade” de notas baixas. Quem tirou nota alta já definiu, na maior parte dos casos, se conseguirá uma das 108 mil vagas do Sisu ou das 195 mil do Prouni. Essa vantagem, ou desvantagem, é ainda mais ampliada em universidades que dão um peso maior para a redação, como é o caso da UFRJ.

Nas provas objetivas, as notas não poderiam ser comparadas. Além de cada questão ter um peso diferente, cada área elabora a sua prova com modelo próprio. O que o Enem chama de nota é o lugar onde o aluno se situa no desvio padrão, calculado a partir do escore de cada candidato baseado em quantas questões ele acertou e na dificuldade delas. Para questões que são acertadas por menos pessoas, o peso é maior. Para questões que são acertadas por mais pessoas, o peso é menor.

Nesse processo de atribuir pesos às provas que os alunos acertam menos questões já começam a valer mais que as provas em que acertam mais. Matemática, em que os concluintes do Ensino Médio acertaram em média cerca de 13 questões, cada acerto dava um escore maior do que um acerto em Humanas, em que os alunos acertaram em média 20 questões.

Esta metodologia já faz com o que o peso de cada prova objetiva seja distinto, indiferente de uma universidade definir isso em seu edital de seleção. Essa diferença é ampliada quando as notas passam pelo cálculo do desvio padrão, que faz com que quanto mais distante da média do escore dos alunos estiver um candidato, mais distante sua nota estará de 500. Como os escores médios também são menores em Matemática, cada ponto obtido a mais nessa prova faz, novamente, o lugar do aluno disparar.

É por isso que, conforme pesquisa desta coluna com mais de 100 candidatos de todo o Brasil, quem acertou 30 questões, em cada prova, ficou com uma nota próxima a 570 em Humanas, 640 em Natureza, 590 em Linguagens e 730 em Matemática. E quem acertou 40 questões, em cada prova, ficou com uma nota perto de 670 em Humanas, 790 em Natureza, 680 em Linguagens e 810 em Matemática.

No fim, a nota que vai selecionar para as vagas do Sisu e do Prouni junta abobrinha, pasta de alho, requeijão, chantilly e guacamole apimentado, fazendo uma média disso tudo, como se fosse possível. Não é. As médias de cada prova são coisas totalmente distintas e a nota global, baseada nelas não representa o aproveitamento de cada aluno no Enem.

Sobre o articulista

Mateus Prado - mateusprado@usp.br - Mateus Prado cursou Sociologia e Políticas Públicas na USP. É presidente nacional do Instituto Henfil e autor de livros didáticos. Presta assessoria em Enem

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    6 Comentários |

    Comente
    • Israel Fonseca | 13/01/2012 14:09

      Muito injusto a metodologia do Enem, quer dizer que quem é melhor em Matemática e Ciências da Natureza terá ampla vantagem com quem é melhor em Humanas e Linguagens? Por isso, sou adepto do bom e velho vestibular que mede o real desempenho dos candidatos de acordo com matérias afins ao seu curso desejado!!!

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Daniel | 08/01/2012 10:31

      Para todos: se ajudar, no blog abaixo tem uma planilha com TODAS as NOTAS DE CORTE e MAIORES NOTAS para cada curso do SiSu 2011. Deve ajudar/contribuir a escolher a faculdade/curso no SiSu 2012.\n\nhttp://claudinofilho.wordpress.com/2012/01/08/sisu-2012-notas-de-corte-sisu-2011-ultimo-dia-20012011/

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • aloysio floriano de toledo | 04/01/2012 21:56

      O ENEM trata-se de uma tentativa de substituir o vestibular, e assim deveria manter-se até que um período experimental o justificasse; infelizmente, como muito acontece em países do terceiro mundo, certas medidas não esperam o teste do tempo, passando a vigorar como lei, enquanto milhares de estudantes e suas famílias padecem; está mais do que provado que o atual modelo do ENEM deixa muito a desejar, e não há necessidade de entrar-se em detalhes; fico decepcionado com minha ex-Faculdade de Medicina, a atual UFCSPA em Porto Alegre, cujas 60 vagas foram totalmente destinadas ao ENEM; talvez fosse admissível reservar 20% delas, jamais 100%, neste período típico de teste; além do mais, neste imenso país campeão de desigualdades sociais, dificilmente um exame de âmbito nacional merecerá crédito. Mas a soberba do Fernando Haddad, que se intitula expert em educação, e infelizmente apoiado pela dupla Lula/Dilma, não permitirá a adequada, tão esperada e justa reavaliação.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Carlos | 02/01/2012 13:40

      Fica o questionamento: Pra que complicar ??!! A intenção pode até ser boa, mas não existe transparência e nem maturidade para aplicar tais regras de avaliação dos estudantes. A própria prova do ENEM ainda tem muito o que melhorar e eles ainda querem fazer um sistema de avaliação sofisticado ??? \n\nIsto é uma vergonha e um desrespeito com o povo brasileiro. O máximo que poderia fazer é dar pesos diferentes de acordo com a complexidade da questão. Desde que esta complexidade seja mostrada claramente para todos na hora do resultado.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Anonimo | 01/01/2012 19:26

      Pleo visto também mistura rapadura com terra\n\n¨Para MPF, vazamento do Enem começou em Brasília¨, Veja

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • João Victor Teixeira | 31/12/2011 14:41

      Pefeita essa matéria!!! O cálculo das notas divulgado está corretíssimo. Acertei 40 questões em Humanas e 30 em Natureza e as minhas notas batem com o que foi divulgado!!!

      Responder comentário | Denunciar comentário

    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"


    Previsão do Tempo

    CLIMATEMPO

    Previsão Completa

    • Hoje
    • Amanhã

    Trânsito Agora

    INDICADORES ECONÔMICOS

    Câmbio

    moeda compra venda var. %

    Bolsa de Valores

    indice data ultimo var. %
    • Fonte: Thomson Reuters
    Ver de novo