Sem representatividade na Esplanada, deputados querem Denatran

Segundo Michel Temer, sistema semipresidencialista já foi discutido com presidentes do Congresso
Beto Barata/PR
Segundo Michel Temer, sistema semipresidencialista já foi discutido com presidentes do Congresso

Sem espaço na Esplanada dos Ministérios desde o início do Governo de Michel Temer, a bancada federal de Minas Gerais pega carona no relatório do deputado conterrâneo Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que pede o arquivamento da segunda denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente da República.

Parte dos deputados condiciona os vindouros votos a favor de Temer na Comissão de Constituição e Justiça e no plenário da Câmara à troca do comando do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito. Os deputados querem emplacar um deputado de Minas Gerais no cargo, hoje ocupado por um delegado.

Fato é que o Denatran é uma fonte de reclamações quanto a investigações em todo o País. A troca de favores ali é grande com um cargo de direção na mão de político.

Insatisfeitos com o Palácio, entre ouvidos os mineiros indicam que um acordo entre Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deixou Minas sem ministérios. É que Aécio não quer sombra sobre seu eleitorado, e um ministro mineiro, mesmo que aliado, seria um futuro potencial adversário eleitoral para seu grupo político.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.