Garras acopladas a um robô industrial classificam, em menos de um segundo, estado de amadurecimento de frutas e legumes

O Instituto de Automática e Informática Industrial da Universidade Politécnica de Valência (UPV) desenvolveu mãos mecânicas que permitem detectar o nível de maturação das frutas.

As garras estão acopladas a um robô industrial e em menos de um segundo são capazes de classificar a fruta ou as verduras segundo seu estado de amadurecimento de forma autônoma.

Este novo dispositivo conta com sensores que medem o impacto dos dedos da garra na hora de pegar a fruta.

O projeto será exposto esta semana na VI Jornada de Robótica do Instituto, que este ano se concentra na incidência dos robôs industriais no setor da alimentação e bebida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.