Tripulação do Atlantis desfruta de dia de folga

Astronautas interromperam um pouco as atividades da missão na Estação Espacial e receberam mensagem de Michael Stipe, da banda REM

EFE |

A tripulação do ônibus espacial Atlantis foi acordada nesta quinta-feira (14) pelo cantor do R.E.M., Michael Stipe, e desfrutou pela primeira vez de meio dia livre desde que a nave começou sua última missão no dia 8 de julho, informaram fontes da Agência Espacial Americana (Nasa).

A canção escolhida para despertar os astronautas foi "Man On The Moon", junto com uma mensagem do cantor, que em nome da banda desejou sucesso à missão. "Queremos agradecer a todas as mulheres e homens na Nasa que trabalharam durante três décadas na nave", disse Stipe. Na quarta-feira (14), o cantor inglês fez uma homenagem parecida, com sua canção " Rocket Man ".

A música do R.E.M. já foi escutada em outras missões espaciais; "Shiny Happy People" também já foi usada para acordar os astronautas, na missão STS-58 de 1993 e na STS-82 em 1997. A tripulação do Atlantis , composta pelo comandante Chris Ferguson, o piloto Dough Hurley e os especialistas Sandra Magnus e Rex Walheim, continuou com a transferência da carga que transportaram no módulo Rafaello para abastecer à Estação Espacial Internacional (ISS).

Os quatro dividiram tarefas com os tripulantes permanentes da ISS e posteriormente aproveitaram algumas horas de folga para desfrutar, pela primeira vez desde que partiram, a privilegiada visão da Terra a 380 quilômetros de distância.

"Não tivemos muito tempo livre ainda, mas estamos trabalhando muito duro para avançar nas tarefas, portanto quando tivermos nosso meio dia livre teremos tempo de olhar pela janela", brincou Magnus em entrevista transmitida no canal de televisão da Nasa na quarta-feira.

O Atlantis levou mais de quatro toneladas de provisões e equipamentos que ajudarão a ISS a continuar operando durante 2012, quando os Estados Unidos já não contarão com naves para viagens de reabastecimento e revezamento de tripulações na estação espacial.

A nave trará para a Terra 2,5 toneladas de artefatos armazenados na ISS, como a bomba de amoníaco do sistema de ventilação que estragou no ano passado para que os especialistas da Nasa analisem o motivo da falha.

O ônibus espacial já realizou 32 voos espaciais em seus 26 anos de atividade, nas quais passou mais de 293 dias no espaço e percorreu mais de 194 milhões de quilômetros. Esta será sua última viagem e a missão final da era das naves, uma vez que a Nasa acabará com o programa após 30 anos.

    Leia tudo sobre: EUA ESPAÇO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG