Tempestade solar pode afetar comunicações por satélite no fim de semana

Atividade do Sol pode causar desde auroras boreais a problemas sérios com GPS e telecomunicações

EFE |

SDO/NASA
Imagem da Nasa retrata atividade solar em fevereiro deste ano: consequências para a Terra
Uma tempestade solar pode afetar este fim de semana as comunicações por satélite e os Sistemas de Posicionamento Global (GPS), advertiu nesta sexta-feira a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).

Os operadores de redes elétricas trabalham para evitar eventuais blecautes ou erros em seus sistemas, mas as erupções solares que impactaram nesta sexta-feira (5) na Terra poderiam prejudicar as comunicações durante os dois próximos dias.

As tempestades solares acontecem a partir de uma erupção na atmosfera externa do sol, que lança bilhões de toneladas de plasma que se propagam pelo espaço em forma de nuvem a milhares de quilômetros por hora.

A versão mais amável do fenômeno são as inofensivas auroras boreais , mas as erupções solares podem produzir também raios cósmicos perigosos para a tecnologia na Terra, naves espaciais e astronautas.

Leia também:
Tempestades solares podem causar catástrofes mundiais

Maior atividade do sol pode trazer aurora boreal mais ao sul
Cientistas conseguem criar modelo sobre fluxo solar
Imagens captadas pela Nasa mostram rosto no Sol
Vídeo registra aurora boreal no céu da Noruega

Os problemas que podem ser desencadeados por uma tempestade solar abrangem desde blecautes de luz até problemas nas comunicações com os satélites ou com pilotos de aviões que sobrevoam os polos. As erupções solares começaram na terça-feira (2), mas a mais forte foi detectada nesta sexta graças ao satélite ACE da Nasa.

Em 1989, uma tempestade solar deixou sem funcionamento os sistemas elétricos em Québec (Canadá), mas a NOAA não espera que as erupções destes dias sejam tão fortes nem que cheguem a ter um efeito similar.

    Leia tudo sobre: soltempestades solares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG