Simulação de viagem a Marte completa um ano

Voluntários da experiência estão confinados em instalação em Moscou

iG São Paulo |

Os seis voluntários do experimento Marte-500, que pretende simular na Terra as condições de um voo tripulado a Marte, completaram nesta sexta-feira (3) um ano de isolamento. Os seis tripulantes – três europeus, um russo e um chinês – entraram no container de 550 metros cúbicos instalado em Moscou em 3 de junho de 2010 .

No cronograma da missão simulada, eles já pousaram , fizeram caminhadas , recolheram "amostras" e deixaram o planeta vermelho, e estão a caminho da Terra .

O container tem uma “nave” composta de quatro cilindros selados e conectados entre si, e cada um tem sua própria cabine. Sua rotina simula em todos os aspectos uma viagem espacial, menos o da falta da gravidade: experiências científicas e exames médicos, controle da viagem, entre outros. “O lado ruim desta rotina é que todo dia, no último ano, acordamos na mesma hora, para fazer os mesmos exames com os mesmos aparelhos: não tivemos nenhum dia de folga ou feriado!” escreveu o tripulante Romain Charles em seu diário.

Os voluntários são acompanhados o tempo todo por médicos, biólogos e cientistas, para observar como uma missão deste tipo, com um isolamento de tanto tempo, impacta uma tripulação, especialmente psicologicamente.
A “chegada” do Marte-500 está prevista para novembro deste ano.

    Leia tudo sobre: simulaçãoviagem espacialmarterússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG