Salmonella é a nova aliada na luta contra câncer

A bactéria geralmente associada à intoxicação alimentar pode atuar no combate ao câncer

Alessandro Greco, especial para o iG |

Getty Images
Imagem de microscópio eletrônico de bactérias da Salmonella typhimurium em células humanas
Uma pesquisa publicada hoje (11/08) na revista Science Translational Medicine mostrou que a bactéria , geralmente associada à intoxicação de alimentos, pode levar o sistema imunológico a reagir às células cancerosas e matá-las. O trabalho pode ajudar cientistas a desenvolver uma “vacina” para pacientes com câncer de pele.

O mecanismo deste processo é uma proteína chamada conexina 43. É ela quem ajuda o sistema imunológico a matar as células cancerosas. Mas a medida que o tumor cresce a proteína perde o seu efeito e com isto o câncer se prolifera. É aí que entra a salmonella: ela ativa novamente a conexina 43 que volta a desempenhar o seu papel.

A pesquisa foi feita inicialmente com tecido de metástase de melanoma - quando o câncer se espalha pelo corpo -  de camundongos e humanos. No caso dos camundongos, nas três linhagens de melanoma que entraram em contato com a salmonella o nível de conexina 43 aumentou. No caso das linhagens humanas, cinco dos nove testadas tiveram mesmo resultado. O mais interessante, porém, foi o experimento seguinte. Nele, camundongos com câncer receberam injeção de tumores tratados com salmonella. O resultado foi o desaparecimento do tumor. A escolha de trabalhar com metástase de melanoma foi bastante pragmática segundo Maria Rescigno, do Instituto Europeu de Oncologia. “Não há cura para metástase de melanoma”, afirmou ela ao iG . A possibilidade de usar a mesma estratégia para outros tipos de câncer também anima a pesquisadora. “A salmonella pode funcionar da mesma maneira em outros tumores”.


    Leia tudo sobre: salmonellacâncerbactéria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG