Roubado ouro de velho galeão espanhol exibido em museu da Flórida

Barra de ouro vale 550.000 dólares e fazia parte do tesouro de um navio do século 17

AFP |

AFP
Imagem de abril passado mostra a barra de ouro do navio espanhol que foi levada de um museu em Key West
Uma barra de ouro avaliada em 550.000 dólares, que fazia parte do tesouro de um galeão espanhol naufragado no século 17 em frente à costa sudeste dos Estados Unidos, foi roubada do Museu Marítimo Mel Fisher , em Key West (Flórida), denunciou nesta sexta uma funcionária.

A peça de 2 quilos estava dentro de uma vitrine do estabelecimento, que reúne uma das maiores coleções de tesouros e peças de galeões afundados na região.

"Há outras peças muito valiosas, todas de naufrágios históricos, mas esta era famosa porque o público podia tocá-la dentro da vitrine onde estava exposta e sentir o ouro", disse à AFP a funcionária do museu, que pediu para não ter o nome divulgado.

O roubo ocorreu no entardecer de quarta-feira, pouco depois de o museu fechar suas portas, disse ela, acrescentando que o FBI e a polícia local investigam o ocorrido e as impressões digitais do ladrão.

A barra de ouro pertencia ao galeão espanhol Santa Margarita, que afundou no litoral da Flórida, durante um furacão, em 1622. Havia sido encontrada em 1980 por Mel Fisher, um caçador de tesouros de Key West que criou, com sua coleção, o museu do mesmo nombre.

Fisher encontrou anos depois, em 1985, o Nuestra Señora de Atocha, outro galeão do século XVII naufragado na zona, com grande quantidade de ouro, prata, moedas, joias e artefatos das colônias espanholas na América.

    Leia tudo sobre: arqueologiagaleões espanhoisflórida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG