Presidente do Peru defende uso de plantas transgênicas

De acordo com Alan Garcia, inclusão de sementes geneticamente modificadas será feita de forma gradual

AE |

selo

O presidente do Peru, Alan García, tem defendido uma nova regulamentação que vai permitir o uso de plantas transgênicas no país, dizendo que a introdução das sementes geneticamente modificadas será gradual. Recentemente, o governo publicou regras para o uso de plantas e sementes transgênicas, embora a oposição diga que a introdução dessas variedades pode afetar a biodiversidade do Peru.

"(A nova regulamentação) não vai liberar os transgênicos da noite para o dia. É um decreto que coloca regras em uma lei que já existe", disse García. Em reunião com a associação da imprensa estrangeira nesta terça-feira (3), a geneticista da Universidade Agrícola Nacional do Peru, Antonietta Gutierrez-Rosati, afirmou que a permissão do uso de transgênicos no país vai prejudicar a indústria agrícola local.

Ela prevê que o Peru, onde o uso comercial de transgênicos ainda é proibido, não ganhará vantagens competitivas por causa do amplo cultivo de plantas geneticamente modificadas. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: ECONOMICOtransgênicoperu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG