Prêmios Nobel serão anunciados a partir de segunda-feira

Veja cronograma de divulgação e a bolsa de apostas dos vencedores do prêmio de maior prestígio da Ciência

iG São Paulo |

As datas para os prêmios Nobel de 2011 já estão quase todas definidas. Com exceção de Literatura, as outras categorias terão os vencedores conhecidos a partir de segunda-feira. Cientistas, escritores e militantes pela paz de todo o mundo estão aguardando uma ligação com potencial de mudar suas vidas.

AP
Em 1993, Mandela recebe o Nobel da Paz ao lado de Frederick Willem de Klerk
O primeiro anúncio será o Nobel de Fisiologia ou Medicina, na segunda a partir das 6h30 da manhã no horário de Brasília. Em seguida, na terça-feira, será a vez de Física, esperado para às 6h45. Na quarta-feira, será conhecido o próximo Nobel em Química, no mesmo horário. Em seguinda, para sexta-feira, é aguardado o prêmio Nobel da Paz a partir de 6h. Fica para a segunda-feira seguinte, 10 de outubro, o Nobel em Ciências Econômicas, também com horário marcado: a partir de 8h de Brasília.

"Às vezes, eles pensam que eu estou brincando", diz Göran Hanssom, secretário do comitê para o Nobel de Medicina. Ele anunciará os primeiros ganhadores de 2011, após ligar para eles na segunda-feira."Eu costumo conversar com eles por uns minutos e falar um pouco da cerimônia, depois os aconselho a tomar um café, respirar um pouco e se preparar para as ligações da imprensa."

Todos os prêmios são anunciados em Estocolmo, na Suécia, exceto o Nobel da Paz, que é apresentado da capital norueguesa, Oslo.

Enquanto os prêmios da Literatura e da Paz geram maior fama - vencedores incluem pessoas renomadas como Winston Churchill, Ernest Hemingway, Madre Teresa e Barack Obama — os de Ciências tem maior impacto sobre os ganhadores. Muitos deles, passam décadas com pouco reconhecimento fora do círculo dos pesquisadores até que repentinamente se tornam alvos dos holofotes mundiais, mesmo que por um dia.

Bolsa de apostas

Especulações em volta do prêmio pela paz deste ano envolvem a Primavera Árabe. Os jurados tendem a nomear pessoas relacionadas a eventos em andamento, como foi demonstrado em 2009 ao dar o título a Barack Obama em seu primeiro ano de governo.

"Estou convencido que o comitê trabalhará duro para encontrar um merecedor na Primavera Árabe", diz  Kristian Berg Harpviken, diretor do Instituto de Pesquisas para a Paz de Oslo e voz proeminente nas apostas para o Nobel. Seus principais palpites são os ativistas egípcios Israa Abdel Fattah, Ahmed Maher, Wael Ghonim ou a blogueira tunisiana Lina Ben Mhenni.

Escritores tipicamente considerados favoritos para o Nobel de Literatural incluem incluem o poeta sírio Adonis, as canadenses Margaret Atwood e Alice Munroe, o sul coreano Ko Un e os norte-americanos Philip Roth, Joyce Carol Oates e Thomas Pynchon.

História


O prêmio Nobel começou a ser entregue em há exatos 110 anos, em 1901. Em seu testamento, o inventor e homem de negócios sueco Alfred Nobel, que nunca se casou nem teve filhos, deixou a maior parte de sua fortuna para dar prêmios para as pessoas que tenham feito o melhor para a humanidade nos campos da física, química, fisiologia ou medicina, literatura e paz – o Nobel de Economia foi criado anos depois, em 1968, pelo Banco Central da Suécia em memória de Alfred Nobel.

Desde que o prêmio começou a ser entregue, 802 pessoas e 20 organizações diferentes já ganharam o Nobel. O número parece grande, mas o círculo de ganhadores está, muitas vezes, intimamente relacionado, principalmente nos prêmios de física, química e fisiologia ou medicina.

* com informações da AP

    Leia tudo sobre: prêmio nobel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG