Pesquisadores descobrem que Archaeopteryx tinha penas pretas

Estrutura das penas também era propícea para que dinossauro alado pudesse voar

iG São Paulo |

Divulgação
Fóssil do Archaeopteryx: análise mostrou que dinossauro tinha penas propícias para o voo
Pesquisadores descobriram que o dinossauro alado Archaeopteryx tinha penas pretas e favoráveis para o voo. A análise da pena fossilizada do animal mostrou que além de pretas elas eram rígidas e duráveis, o que poderia ajudar o dinossauro, do tamanho de um corvo, a voar. A descoberta pode contribuir também para a maior compreensão sobre a evolução das aves.

 A equipe também constatou que a estrutura da pena do dinossauro é idêntica à de aves vivas - uma descoberta que mostra que as penas dos animais modernos evoluiram antes de 150 milhões de anos no período Jurássico.

As penas das asas do Archaeopteryx continham melanossomos, que davam força e resistência a elas para suportar os voos. "Não podemos provar que o Archaeopteryx era um animal voador. O que podemos dizer é que o melanossomo, também encontrado nas penas das aves modernas, proporciona maior resistência ao voo, razão pela qual as penas da asa são as áreas mais prováveis de serem pigmentadas", disse Ryan Carney, biólogo da Universidade de Brown e um dos autores do estudo publicado no periódico científico Nature Communications.

Leia mais:
Descoberta de fóssil provoca reviravolta sobre origem das aves
Cientistas comprovam que aves herdaram olfato dos dinossauros
Penas de dinossauros variavam conforme idade
Estudo genético sugere que dinossauros tinham piolhos
Velociraptors eram caçadores noturnos

"No Archaeopteryx , assim como acontece com as aves de hoje, os melanossomos teriam fornecido as mesmas vantagens estruturais, independentemente da pigmentação inicialmente evoluiu para outra finalidade", disse.

A pena do Archaeopteryx foi descoberta na Alemanha em 1861, poucos anos depois da publicação do livro de Charles Darwin, A Origem das Espécies. Desde então, paleontólogos pensam em colocar o dinossauro na base da árvore evolutiva das aves, mas o assunto ainda é controverso . Alguns cientistas acreditam que o Archaeopteryx seja um intermediário evolutivo entre dinossauros e aves, com a combinação de características de répteis (dentes, garras e uma cauda óssea) e as características das aves (asas com penas e um osso da sorte).

    Leia tudo sobre: dinossaurospaleontologia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG