Pesquisador japonês cria Veículo Aéreo Esférico

Dispositivo pode voar por controle remoto e foi montado com componentes eletrônicos normais, a um custo de 2,2 mil reais

AFP |

AFP
Fumiyuki Sato demonstra seu veículo aéreo esférico: aplicações tanto militares quanto pacíficas
Um pesquisador japonês inventou um veículo aéreo de observação esférico que pode sobrevoar ruas estreitas, pairar, decolar na vertical e quicar como uma bola.

Preto e do tamanho de uma bola de praia, o dispositivo, controlado à distância, pode transmitir ao vivo imagens feitas por uma câmera de vídeo. Ele é impulsionado por uma hélice protegida por um escudo esférico com aberturas largas para a circulação do ar, o que significa que um choque contra um muro ou uma queda não irão danificá-lo.

Leia também:
Cientistas testam tecnologias para evitar acidentes de carro

Tecido em forma de spray
Vídeo: bicicleta de nylon é fabricada no Reino Unido

As pesquisas para aperfeiçoar o dispositivo continuam. Segundo seu criador, no futuro ele poderá ser usado como um veículo de perseguição, com capacidade de voar sobre os carros ou espionar um alvo por uma janela. O pesquisador também espera que o dispositivo possa ajudar em operações pacíficas, como busca e resgate em áreas de desastre, onde ele poderia voar por entre prédios e até percorrer escadas.

"Este é o primeiro veículo aéreo esférico do mundo", afirmou Fumiyuki Sato, engenheiro do Instituto de Pesquisa Técnica e Desenvolvimento do Ministério da Defesa, em Tóquio. O modelo mais recente, o sétimo protótipo, pode atingir uma velocidade de até 60km/h.

Segundo o pesquisador, todos os componentes do dispositivo podem ser encontrados em lojas de eletrônicos de Tóquio ou na Internet, a um custo total de 1,4 mil dólares (cerca de 2.200 reais). O veículo pesa 350 gramas e tem um diâmetro de 42 centímetros.

Ainda há obstáculos a serem superados até que o dispositivo possa sobrevoar as ruas, entre eles a inclusão da função de piloto automático e a descoberta de uma forma de driblar a turbulência e condições climáticas desfavoráveis. Por enquanto, ele não pode ser usado fora do campo de visão de seu controlador.

    Leia tudo sobre: transportetecnologiajapão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG