Pesquisa revela o que faz um rosto parecer vivo

De acordo com estudo, os olhos são fundamentais para este reconhecimento de rosto humano

Alessandro Greco, especial para o iG |

Pesquisadores da Faculdade de Darmouth, nos Estados Unidos, fotografaram bonecas e pessoas e por meio de um software, criaram uma gama de rostos que faziam a transição do rosto da boneca até o humano. Com isto, voluntários deviam apontar em que momento reconheciam o rosto como humano. O resultado foi que para um rosto ser reconhecido como vivo, ele tem de ser cerca de 2/3 mais humano do que de boneca. Veja abaixo um dos vídeos utilizados:

A descoberta surpreendeu os pesquisadores por ir contra o conhecimento adquirido em estudos e pesquisas anteriores. “A literatura científica mostra repetidamente que todos os tipos de faces prendem a atenção. Até mesmo os rostos de desenho animado. O motivo é que rostos são muito importantes para não serem vistos. Mas o que observamos foi diferente disto. As pessoas reconhecem e, muito bem, aquilo que acreditam estar vivo”, explicou ao iG Thalia Wheatley, principal autora do artigo, publicado na revista Psychological Science .

O trabalho, no entanto, não invalida o fato de as faces chamarem a atenção das pessoas. “Elas são tão importantes para o bem-estar e a sobrevivência que o cérebro prioriza a detecção delas, chegando até a reagir exageradamente como, por exemplo identificar rostos em nuvens”, disse.

Mas enxergar rostos nem sempre significa se envolver mentalmente com eles. “Pensar sobre os outros, se preocupar com eles, imaginar com estão se sentindo e prever o que irão fazer, requer uma grande quantidade de energia cognitiva. Ser capaz de discriminar [entre as faces] faz com que reservemos esta energia apenas para aquelas com as quais acreditamos que vale a pena nos conectar", afirmou Thalia. Outra constatação dos pesquisadores foi que os olhos são a peça mais importante para que haja o reconhecimento. Isto é, o cérebro consegue discernir o rosto vivo da representação pelo olhar. 

    Leia tudo sobre: rostoreconhecimento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG