Peru recupera peças arqueológicas de EUA e Argentina

Repatriar patrimônio histórico do país é prioridades, segundo o governo peruano

AFP |

Uma centena de peças arqueológicas recuperadas nos Estados Unidos e Argentina foram entregues nesta quarta-feira ao ministério da Cultura do Peru após terem saído clandestinamente do país, informou a chancelaria.

Entre os objetos recuperados nos Estados Unidos figuram 45 partes de pedra talhada e pintada de um portal de uma igreja colonial do sul andino, que datam dos séculos XVII e XVIII.

Também figuram 26 pedregulhos, apreendidos em Houston, Texas, assim como 12 crânios humanos pré-colombianos de origem peruana recolhidos em Cleveland, Ohio, e uma cerâmica policromada foi devolvida voluntariamente à embaixada do Peru em Washington.

A isto se acrescenta a repatriação de 14 objetos pré-colombianos, entre tecidos, peças de cerâmica e metal, após o julgamento do cidadão argentino Abel Scarzo, na cidade de Córdoba.

O vice-chanceler Néstor Popolizio, ao entregar os objetos ao Ministério da Cultura peruano, disse que nos últimos quatro anos foram recuperadas mais de 5 mil peças do patrimônio cultural em todos os continentes em coordenação com entidades internacionais que combatem o tráfico de bens culturais.

Repatriar todo este patrimônio "é uma prioridade", ressaltou o diplomata, que destacou que o Peru tem cerca de 30 acordos bilaterais assinados que concedem proteção importante ao patrimônio histórico do país.

    Leia tudo sobre: arqueologiaperu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG