Perfil de Sean O¿Keefe, ex-chefe da Nasa

Perito em administração e contabilidade, O¿Keefe foi o administrador da Nasa que tentou colocar as contas da agência em ordem

Natasha Madov, iG São Paulo |

Divulgação
Sean O¿Keefe, ex-chefe da agência espacial americana (Crédito: Nasa/Bill Ingalls)
Sean O’Keefe foi administrador da Nasa entre dezembro de 2001 e fevereiro de 2005, o décimo da história da agência espacial americana. Nomeado pelo presidente George W. Bush, sua experiência em administração e contabilidade foi usada para controlar a crise da Nasa, causada pelo estouro orçamentário de US$ 5 bilhões aberto pelo projeto da Estação Espacial.

Em 2003, aconteceu o acidente com o ônibus espacial Columbia, que explodiu ao retornar à Terra, matando todos os sete astronautas a bordo. O acidente foi um reflexo de problemas estruturais da agência e expôs a fragilidade dos ônibus espaciais, que já estavam ultrapassados mas ainda sem substitutos à vista (situação que perdura até hoje).

A explosão do Columbia pautou uma série de mudanças operacionais e de segurança na agência, implementadas pelo administrador. Um exemplo foi o cancelamento, que se mostrou bastante impopular, das missões espaciais de manutenção do telescópio espacial Hubble, sob a alegação de falta de segurança. A decisão foi posteriormente revogada pelo seu substituto.

Em 2005, O’Keefe renunciou a seu cargo na Nasa para ser chanceler da Louisiana State University, citando motivos familiares – é casado e tem três filhos. Atualmente, é CEO da filial americana da EADS, empresa europeia de defesa aeroespacial, dona da fabricante de aviões Airbus.

    Leia tudo sobre: desastres aéreosacidentealascanasaSean O¿Keefe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG