Paleontólogo encontra armário de fósseis "perdidos" de Darwin

Fósseis recolhidos pelo naturalista, tidos como desaparecidos foram encontrados em armário de instituição científica

EFE |

AP
Fóssil de uma árvore de 150 milhões de anos, considerado desaparecido, estava em ármário da British Geological Survey
Vários fósseis recolhidos pelo naturalista inglês Charles Darwin no século XIX, tidos como desaparecidos, foram encontrados em um armário da instituição científica British Geological Survey, informou nesta terça-feira a rede de televisão "BBC".

Trata-se de amostras de fósseis recolhidos por Darwin durante sua histórica viagem com a embarcação "Beagle" em 1834, quando começou a desenvolver a teoria da evolução.

Os fósseis do cientista foram encontrados ao lado de outras amostras, que há mais de 160 anos tinham sido depositadas no mesmo armário, situado nos porões desse centro de ciências geológicas da localidade de Keyworth, no centro da Inglaterra.

O responsável pelo achado foi o paleontólogo Howard Falcon-Lang, da Universidade de Londres, que se aproximou do móvel ao ver que havia umas gavetas com o rótulo de "plantas fósseis não registradas".

"Dentro havia centenas de lâminas de vidro com amostras de fósseis de plantas, que eram polidas em folhas transparentes para serem examinadas sob o microscópio", explicou o cientista. "A primeira que peguei já estava etiquetada com o nome de Darwin", acrescentou.

Estes fósseis de Darwin "se perderam" porque um amigo do cientista, o botânico Joseph Hooker, que estava encarregado de sua classificação durante uma breve estadia no British Geological Survey em 1846, se esqueceu de introduzi-las no registro da instituição.

Leia mais:
Royal Society divulga segredos da revolução científica na internet
Estudo questiona 'sobrevivência do mais forte' de Darwin
Design Inteligente ganha espaço no Brasil

As mostras redescobertas foram fotografadas e serão expostas ao público através de internet, indicou a rede de televisão "BBC".

    Leia tudo sobre: darwinciênciafóssil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG